sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

1ª Grandeza






Há um

Buraco negro

Em minh’alma.

Negro na alma,

Alma em negro,

Negra alma.




Imensa amplitude

Que tudo devora.

Escuridão na luz,

Alma e enlevo,

Vida que se renova,

Supernova.




Luz que congrega,

Velocidade de escape,

Luminoso reabrir,

Ser que revigora,

Agora contempla

Caelestis Corpora.







1 comentário:

Grata por registrar sua visita.