quinta-feira, 10 de março de 2011

Da 5ª Arte






O Teatro é considerado a 5ª de todas as artes. E, como toda arte, é aquilo que contribui verdadeiramente com a nossa evolução... a mesma arte que nos arrancou da fase Neanderthalis e nos transportou para a fase Homo Sapiens Sapiens... A mesma arte cuja ausência está nos transformando novamente em meros macacos... Mas eu não vou falar de evolução humana... quero mesmo é falar de teatro.

No final dos anos 1990 foi-me dada a honra de tomar conhecimento sobre o Grupo Galpão, tratando-se este de um grupo de teatro cuja origem se deu em Belo Horizonte – MG.

Sou ciente do reconhecimento do famoso grupo não apenas no Brasil, mas também no exterior. Seus componentes são talentosíssimos, criativos, inovadores... no entanto estou aqui para falar de minhas impressões e de como o Galpão tornou-se uma de minhas melhores lembranças, justamente por causa do espetáculo que lhe deu fama.





Para uma apaixonada por tragédias teatrais como eu, é quase impossível esquecer a apresentação de Romeu e Julieta feita pelo Galpão. Uma montagem feita para teatro de rua que chegou a ser apresentada no Globe Theatre de Londres, onde são encenadas apenas peças de Shakespeare.





As músicas do espetáculo são inesquecíveis - Maninha; Flor, minha Flor; Amo-te Muito. No entanto o que me marcou de modo mais profundo não foi nem as já citadas, tampouco Lua Branca, de Chiquinha Gonzaga - que é linda, devo acrescentar - mas principalmente as falas de Julieta pronunciadas pela atriz Wanda Fernandes - infelizmente falecida em 1994. Sua voz fora eternizada no CD do espetáculo, cujo download gratuito pode ser feito no Blog Uns Que Tinham.


CD do espetáculo Romeu e Julieta.

Entre as várias falas que se pode ouvir no CD, existe um trecho que está na faixa 12 interpretado por Wanda que, para mim, é a mais linda interpretação de Julieta:


"Onde está o meu Romeu?
Oh... mas o que é isto?
É um veneno, bem vejo!
Que tão cedo pôs fim a sua vida!
Egoísta!
Bebeu tudo sem ao menos
Deixar uma gota para mim!
Eu beijarei teus lábios...
Talvez neles reste ainda um pouco de veneno
Que me possa salvar ou me matar...
Como os teus lábios ainda estão quentes!
Abençoado punhal...
Eis a tua bainha!
Cria ferrugem nela...
E deixa-me morrer..."


Ouça o CD, conheça este magnífico trabalho... tudo bem se você rir ou chorar. Apenas viva o espetáculo. E tal qual ocorreu a mim... Extasie-se!



2 comentários:

  1. Admiro muito Teatro também, pena que é tão caro, mas isso é assunto para outro post...rs

    ResponderEliminar
  2. Renan... na Região Norte, que é considerada por muitos como a mais atrasada do Brasil, é possível ter acesso de graça a bons espetáculos teatrais. Entre outros tipos de arte (música, vernissage, exposições em museus, etc). Aqui onde moro (uma cidade bem pequena) já assisti de graça uma apresentação da dupla Siqueira-Lima (violonistas conhecidos internacionalmente). No Rio certamente também é possível. Basta procurar.
    Beijos...

    ResponderEliminar

Grata por registrar sua visita.