quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

O que seria dos aniversariantes sem as redes sociais?





Agradeça a sua rede social no dia de seu aniversário:
se ela não existisse, talvez também não existiriam as felicitações de seus amigos, familiares e amores.




E por falar em amores... que fazer quando alguém muito especial esquece seu aniversário?

Dar-lhe um chute no saco? Melhor não. Ovos fazem muita falta em muitas receitas.
Hackear seu perfil no Facebook e transformá-lo em um travesti de quinta categoria? Não me parece uma boa ideia, já que teremos que conviver com a imagem da criatura depois.
Negar-lhe por muito tempo sua "partezinha" mais escondida? Mmmmmm... uma ideia interessante, mas eu não tenho dom para o masoquismo.

Enfim... não sabemos o que fazer com essa criatura ausente de memória... mesmo porque, mesmo que o enchêssemos de pancadas... a ferida em nós continuaria igual.

Graças às redes sociais da vida que nos lembram a data de aniversário de todo mundo, isto está cada vez menos comum, mas infelizmente ainda acontece... como aconteceu hoje comigo.

Doeu tanto que a sensação foi de um chute no saco (que eu nem tenho).
A minha vontade de sumir foi a mesma que eu teria se por acaso alguém tivesse hackeado o meu perfil e transformado minha imagem em algo terrível.
E eu me desesperei tanto quanto eu teria me desesperado se ele me estivesse negado por 3 meses sua "enorme parte" não tão escondida assim.

Então eu descobri que sentir raiva é importante: descarrega a tristeza.
Desabafar lhe dizendo um monte de desaforos é importantíssimo: descarrega a raiva!
Desprezá-lo o dia inteiro é surpreendente: você descobre que, sim, tem dom pelo menos para o sadismo.
Mas ter bom humor e humildade para admitir que nem você é perfeita ou perfeito é melhor que tudo isso junto: assim é possível perdoar o esquecido ou esquecida (quem sabe até dê tempo de comemorar juntos).




Enfim...
Feliz aniversário para mim!
(mesmo que você não tenha lembrado)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Grata por registrar sua visita.