sexta-feira, 23 de março de 2012

Ateísmo X Teísmo (seja lá qual for o Theo)





Eu havia adicionado uma página sobre ateísmo (N. A. S. P. - Núcleo Ateísta de São Paulo) ao meu perfil no Facebook e, por vários motivos, menos de um mês depois eu a retirei.
Notei que ninguém ali estava em busca de defender o seu direito a não crer em nada. O que eu notava (e era impossível não reparar) era uma propagação à falta de respeito ao próximo, à agressão verbal, à ironia, ao deboche e um modo de tratar os teístas com a mesma falta de respeito que estes dispensam aos agnósticos (como eu) e aos ateus. Ou seja, os ateus cobram amor e respeito dos cristãos, mas não oferecem isso a eles.

Sou agnóstica, questionadora, vejo como fuga da realidade muitas crenças, mitos, lendas. É claro que muitas vezes minha paciência vai ao solo diante de dezenas de atitudes absurdas com as quais eu me deparo não raras vezes, mas não é com agressividade, desrespeito, ironia, despeito e deboche que se consegue ser respeitado.

Desejo a todos os ateus (todos loucos por exigir seus direitos à expressão, mas muito iniciantes em buscá-los) muita evolução humana (a filosofia ajuda muito nisso), muita vontade de ler e estudar (os erros gramaticais nos comentários das postagens da página são quase absurdos) e muita noção de ética, pois, além da própria ética, a humanidade anda muito carente de amor, filosofia, moral, ciência e arte. E acredito de facto que só precisemos disso para sermos realmente civilizados.



Paz mundial e boa vida a todos.

2 comentários:

  1. Esta imagem é engraçada, parece que quer passar o velho preconceito de que a religião se opoẽ à ciência. Mas cabe lembrar que a crença de que algo foi criado por alguma divindade jamais foi desculpa para não buscar entender as coisas do universo. Na verdade foi a impulsão para o desenvolvimento da ciência. Só muito recentemente na história que tivemos cientistas ateus de expressão. Mas mesmo hoje em dia estes não são maioria.
    Agora, o que se vê em algumas correntes "evangélicas", que nem no próprio livro que dizem seguir encontra-se bases, de colocar tudo como vontade, culpa ou ação direta de Deus realmente é assustador.

    ResponderEliminar
  2. Olá, Carlos. Obrigada pela visita e pelo comentário. Volte sempre. Abraços. :)

    ResponderEliminar

Grata por registrar sua visita.