quarta-feira, 25 de abril de 2012

E o Homem inventou a TV...





O mundo virtual não difere muito do mundo (dito) real quando se trata de haver dois lados da moeda. Portanto, é claro que nele também é possível encontrar tanto coisas boas quanto coisas ruins. Algumas vezes é possível encontrar no mundo virtual coisas que são, no mínimo, intrigantes. No entanto, hoje foi o dia de encontrar o inominável. Me desculpe mas eu não sei que nome dar a esse achado, que é o texto que  vem a seguir. Devo dizer que meu comentário sobre o "inominável achado" está logo após o final deste.



NOVELA DA GLOBO RIDICULARIZA O POVO DO PARÁ


"A autora da novela das seis está desrespeitando o povo paraense, mostrando nossa gente como verdadeiros bichos, como se estivéssemos alheios ao que acontece no mundo, um povo sem cultura, que não sabe como se comportar em lugar nenhum.
Estamos indignados com as cenas que a novela vem mostrando nas últimas semanas: imaginem um jornalista ficando impressionado ao ver um computador. O motorista de táxi perguntando aos personagens se aqui era o final do mundo e a atriz se impressionando com a praia de Copacabana, como se não fosse normal. Observem como foi tratada a cena: com deboches, como se entrar na água com roupa, ou se admirar uma praia bonita fosse coisa de outro mundo.
Diferente do que os sulistas pensam, não temos jacarés nas ruas e nem andamos nus. Queremos informar que nosso estado é rico, possui praias lindas de água doce e salgada com destaque para Alter do Chão -“ O caribe brasileiro”, natureza exuberante, povo acolhedor, uma culinária riquíssima, temos ainda uma grande instituição de pesquisa em saúde pública, com referência nacional e regional para alguns agraves de saúde, o 5º maior laboratório de nível de segurança 3 da América latina, com grandes profissionais com títulos e filhos da terra.
Cara “autora”, estude e pesquise antes de se propor a fazer qualquer coisa, principalmente, quando falar da questão cultural. Temos muito orgulho de nossa terra e de nossa gente, somos papa chibé sim, e queremos ser respeitados. 
QUEM TAMBÉM NÃO ESTÁ GOSTANDO, COMPARTILHE, COMENTE E CURTA!"
De: Jdhenef Dias


"Aos caros colegas que aqui comentarem peguei no Facebook, porém... esse texto não é meu mas retrata um pouco da indignação que sinto cada vez que vejo essa PORCARIA de novela que humilha os paraenses. Poxa... (pra não dizer outra coisa), temos vários pesquisadores da antropologia que poderia estar fazendo um estudo da verdadeira cultura paraense para que ela pudesse retratar verdadeiramente a nossa dança, nossas comidas, nossa cultura... e não querer se basear apenas na história em que algum familiar contou a ela há anos atrás como ela disse em uma entrevista no vídeo show esta semana.
Cara Autora,
Somos um povo com alegria, com ânimo, caloroso, que dizemos ÉGUA... mas que não é de qualquer jeito, é preciso saber dizer. Somos um povo que dar informações quando somos abordados nas ruas, que cumprimentamos, que temos nossas pobrezas tão espalhadas nos noticiários por aí, mas que também temos nossas riquezas... deixem de ESTIGMATIZAR-NOS... conheça-nos verdadeiramente para então falar, para então retratar-nos.  O povo aqui dança Carimbó sim, mas não é só isso, pois o carimbo depende do momento em que será dançado. Dançamos TECNOBREGA, MELODY... a turma vai atrás das aparelhagens de sons e chegam a delirar... pesquise mais. Dou 10 pra Regina Casé que veio aqui e se envolveu pra poder apresentar uma parte do Pará, dentro dos vários “Parás” que temos.
Você está nos ofendendo, tanto você quanto a globo!

Walkyria Santos, Paraense, papa chibé que diz ÉGUA comumente

Sem comentários:

Enviar um comentário

Grata por registrar sua visita.