quinta-feira, 26 de julho de 2012

Das pérolas encontradas... - 2




Quanto mais evangélicos eu conheço, menos vontade eu tenho de ser cristã.

Espero mesmo que o tal paraíso seja todinho deles.
Porque eu, sinceramente, prefiro ir para outro lugar
(só em pensar em ficar num lugar com gente ouvindo música gospel
e olhando para as outras pessoas com ar de superioridade,
já dá vontade de sair correndo sem olhar para trás).



Olha o absurdo dessa imagem!!!
Como eles conseguem associar fatos dessa forma???

Pela lógica, que castigo será enviado aos evangélicos pelo sadismo tão bem desenvolvido???
Se desejar o mal para as pessoas e regozijar-se com o sofrimento alheio é ser cristão, francamente, eu estou muito bem como estou: sem religião alguma, graças a Deus!

Procurei livros ou sites que tratassem deste assunto, mas não existe nada confiável na internet sobre essa tal bactéria canibal. Tudo que se encontra sobre o assunto com as palavras-chave "bactéria canibal" está em sites e blogs evangélicos. Ou seja, não dá para confiar.

No entanto, esse tipo de ferida se parece muito com a que provoca o uso da droga russa chamada Krokodil. Uma perigosa mistura química que quando aplicada na veia causa irritação na pele, que com pouco tempo passa a ter uma aparência escamosa. A área onde o krokodil é injetado começa a gangrenar, depois a pele começa a cair até expor os músculos e ossos.

Vejam esta matéria com as fotos das consequências físicas da droga:

As desgraças ocorridas ao homem são geradas por ele mesmo. Não existe um deus enviando pragas, castigos e provações, ainda que este seja o desejo dos fanáticos evangélicos.

Olhando essas feridas, imagino que o mesmo deva ocorrer ao cérebro de quem se deixa escravizar pelo fanatismo, seja lá de que ordem for.


Já venceu o prazo para a humanidade começar a olhar para si como membros de uma mesma família, amando-se e respeitando-se para bem viver. E, honestamente, eu não acredito que a religião possa contribuir de forma positiva para isso.


18 comentários:

  1. Só a título de informação, segue o link da matéria publicada pela globo.com.
    http://oglobo.globo.com/ciencia/bacteria-mortal-se-espalha-entre-gays-nos-eua-diz-estudo-3637264

    ResponderEliminar
  2. Olá Anônimo do Acre. Obrigada pela informação. No entanto, me desculpe, mas... o quê mesmo essa doença tem a ver com o "Concurso Jesus Gostosão Gay"?????
    É que na matéria não citava nada a esse respeito. Talvez porque eles tenham sido científicos? Não sei... pode ser.

    ResponderEliminar
  3. De todo modo, obrigada pela anônima visita.

    ResponderEliminar
  4. Por nada Alessandra, só resolvi te encaminhar o link porque você publicou que só havia encontrado algo sobre a "bactéria canibal" em sites e blogs evangélicos, que dá a entender ao leitor que essa associação da bactéria aos homossexuais é uma invenção fantasiosa de "fanáticos evangélicos".

    ResponderEliminar
  5. A associação da bactéria a UMA CRIAÇÃO DIVINA COMO CASTIGO aos homossexuais, SIM, é uma invenção de fanáticos evangélicos.

    ResponderEliminar
  6. Como vc sabe Alessandra? Pesquisou a orientação sexual dos contamidados com esta bacteria? Uma coisa eh certa, a regiao afetada por ela, eh a regiao onde houve a tal campanha gay.... Coincidencia ne?

    ResponderEliminar
  7. Olá, Anônimo de Curitiba - PR. Sugiro que releia o texto, pois acredito que você não o tenha compreendido.
    Obrigada pela visita e pelo comentário.

    Abraços.

    Alessandra Garuzzi. :)

    ResponderEliminar
  8. Uma das supostas fotos da bactéria canibal foi tirada em 2005. POR QUE demorar SETE ANOS para se divulgar a respeito dela? Não acha isso muito suspeito?

    ResponderEliminar
  9. Olá, Ondashiz.
    Infelizmente, eu não consegui entender o que você quis dizer com seu comentário.
    Obrigada pela visita e pelo comentário.
    Abraços. :)

    ResponderEliminar
  10. Oi Alessandra, sou evangélica mas não sou fanatica, não!!!
    Talvez você só conheça malucos disfarçados de evangélico...

    ResponderEliminar
  11. Olá, Anônima Evangélica.
    Olhe, meu bem, você tem direito a ser o que quiser, desde que se lembre que seu direito termina quando começa o do outro. É uma forma de garantir que, sendo o que queremos ser, nos lembremos sempre de não prejudicar a nada nem a ninguém.
    Enfim, obrigada pela visita. Felicidades e uma boa vida. Abraços. :)

    ResponderEliminar
  12. Opa! Site do BBC Brasil é confiável o suficiente?
    http://www.bbc.co.uk/portuguese/reporterbbc/story/2008/01/080115_bacteriagay_fp.shtml
    E outra: você também não está se achando um pouco superior ? Julgando todo evangélico como uma corja só, como se todos fossem iguais...acho que isso é estereotipar os outros, não?
    Sei bem que a banda ruim de um grupo é a que mais se destaca dos demais, mas isso não quer dizer que são todos iguais. E essa não é uma das maiores qualidades humanas, ser diferente?
    Pense a respeito, por favor. :)

    ResponderEliminar
  13. Difícil "botar" a cara quando se emite opinião, não é mesmo?
    Olá, outro Anónimo do dia 7 de janeiro. O que até agora poucos conseguiram entender foi o facto de que eu não desassociei a bactéria do público homossexual. Há algumas doenças que são de facto mais comuns em determinados grupos por um motivo ou outro. A questão colocada no texto foi o acto insano de associar tal facto a castigo divino.
    Acerca da acusação de generalização, acredito que a frase "quanto mais evangélicos eu conheço, menos vontade eu tenho de ser cristã" posta no início do texto já deixou implícito que não há generalização de minha parte. Eu não disse que conheço todos os evangélicos. Obrigada pela visita e pela incógnita manifestação. Desculpe a demora em responder.
    Abraços.

    ResponderEliminar
  14. O que esses homossexuais fizeram foi sim extremamente desrespeitoso para com a bíblia e seus seguidores, e eu discordo completamente da atitude que eles tomaram, uma vez que para se ter respeito devemos primeiramente respeitar o próximo. Porém, muitas pessoas estão criando uma tempestade em forma de castigo divino que, lendo a notícia do site O Globo linkado acima, e a do site BBC, vemos fatos que mostram que isso não é bem assim...

    Alguns trechos:
    "...é transmitida por meio de sexo anal, pelo contato da pele ou com superfícies contaminadas". (Sexo anal causa fissuras no ânus, e a bactéria MRSA USA300 contamina através de feridas).

    "A equipe de pesquisadores descobriu que no distrito de Castro, em São Francisco, - que teria uma das maiores concentrações de homossexuais dos Estados Unidos...". (Por esse motivo existem mais contaminados em Castro. É proporcional).

    "Uma outra parte do estudo ainda indicou que os homossexuais moradores de São Francisco teriam 13 vezes mais chances de contrair a doença do que outros residentes da cidade". (Porque a bactéria está disseminada na comunidade e é transmitida pelo sexo anal. O trecho não diz que o resto da população está à salvo da bactéria. E também não diz que ela se espalha SOMENTE em São Francisco. Os outros residentes da cidade tem menos chance de contrair a doença porque não fazem parte do grupo de risco).

    "Entre a comunidade gay, a doença teria se proliferado pelo contato da pele, causando abscessos e infecções nas nádegas e nos órgãos genitais". (Não pelas pernas, como nas imagens).

    "19 mil pessoas morreram nos EUA em 2005 em decorrência de doenças causadas pela MRSA". (Isso não é algo que surgiu agora. É apenas mais uma bactéria sofrendo mutações).

    Os artigos foram escritos em 2008, quando ocorreu sua variação, mas a bactéria já causava milhares de mortes em 2005. Não acreditem em tudo o que leem na internet. Qualquer pessoa pode juntar imagens e textos e criar algo...

    Se tiverem interesse, leiam esse outro artigo do O Globo, ele contém muitas informações relevantes para esse tema: http://oglobo.globo.com/ciencia/superbacteria-resistente-antibioticos-ja-foi-identificada-no-brasil-3636435

    "A infecção ocorre principalmente quando existem lesões na pele. Mas pesquisadores sugerem que o sexo anal, que pode causar lesões na mucosa, seria uma via mais eficiente de transmissão, o que explicaria os casos identificados entre homossexuais nos EUA".
    Como diz no artigo, a bactéria se espalha através de feridas.

    Sou cristã e acredito que todo o mau que fazemos, colheremos. Aqueles homossexuais desrespeitaram os mandamentos: "Não tomarás o nome do SENHOR teu Deus em vão". Certamente,eles terão seu castigo, mas Deus não é imediato. Ele é um Deus de amor, tanto que deu ao homem o livre arbítrio para que faça o que quiser, mas se seguir caminhos turvos, estará ciente das consequências, e elas não serão terrenas. Na bíblia diz que no dia do julgamento todos iremos acertar nossas contas. Eles acertarão as deles.
    Não pensem que Deus jogou uma doença naqueles homossexuais... O castigo deles não será aqui.

    ResponderEliminar
  15. Olá, Última Anônima Cristã.
    Obrigada pela visita, por haver lido meu texto e pelo comentário feito.

    Um abraço e uma boa vida. :)

    ResponderEliminar
  16. Com homem não te deitarás, como se fosse mulher; abominação é... Quando também um homem se deitar com outro homem, como com mulher, ambos fizeram abominação" Dt 23.17; Lv 18:22; 20:13 SABEMOS QUE HOMOSSEXUALISMO É PECADO...ABOMINAÇÃO..E NENHUM ABOMINAVEL ENTRA NO REINO DOS CÉUS....A PORTA DO CÉU É ESTREITA NÃO ENTRA PECADO..(ENTÃO NINGUEM VAI ENTRAR PQ TODOS COMETEM PECADO)
    TODOS PODEMOS NOS SALVAR DESDE QUE SE ARREPENDEMOS DE NOSSOS PECADOS E ACEITAMOS JESUS COMO UNICO E SUFICIENTE SALVADOR POR QUE NINGUEM VAI AO PAI SEM JESUS.....VAMOS LER A BÍBLIA PQ AS COISAS DE DEUS SÃO LOUCAS AOS HOMENS MAS É A ÚNICA FORMA DE ENTRAR NO CÉU HOJE NAO TEM MAIS NOÉ A ARCA NÃO EXISTE MAIS ..JESUS FICOU POR SALVADOR SÓ EXISTE O EVANGELHO DA PAZ A BÍBLIA...

    ResponderEliminar
  17. Olá, Anônimo de Santa Catarina (dia 22 de julho de 2013, às 15:13). Como vai? Espero que você esteja bem.

    Bem, com base em seu comentário (aliás, muito obrigada por fazê-lo), farei minhas as palavras de George Calin quando ele um dia disse: "a religião chegou a convencer as pessoas de que existe um homem invisível, vivendo no céu, que vê tudo que você faz, a cada minuto de cada dia. E o homem invisível tem uma lista especial das 10 coisas que ele não quer que você faça. E se você fizer qualquer uma dessas dez coisas, ele tem um lugar especial, cheio de fogo e fumaça, ardor e tortura e angústia, para onde ele enviará você para viver e sofrer e arder e sufocar e gritar e chorar para todo o sempre até o fim dos tempos! ...... Mas ele ama você!"

    segue abaixo...

    ResponderEliminar
  18. Então... eu fui criada em meio aos preceitos cristãos, mas foi por não concordar com eles (como alguns que você citou em seu comentário) que eu fui me afastando do cristianismo a partir dos meus 16 anos. Bem antes dos 30 eu já conseguia - a pressão familiar é grande - dizer que não tinha religião e pouco tempo depois já me sentia não-cristã e sem a menor necessidade de dizer às pessoas ou de entrar em guerra com as que continuavam sendo (algo que os cristãos não conseguem fazer, ao contrário, fazem questão de demonstrar em público seja através de um cumprimento característico ou de um gesto que os identifique ou de tentar convencer as pessoas a aceitarem os seus dogmas, e eu francamente penso que seja um ato muito prepotente). Te digo isso porque o encontrar de mim mesma e de meus possíveis dogmas e fé e crenças só dizia respeito a mim. Então, quando finalmente descobri o que eu não queria acreditar ou não via o menor sentido em acreditar, eu me vi em paz comigo e com o mundo e sem sentir necessidade de demonstrar isso ou de fazer com que os outros acreditassem nas mesmas coisas que eu, porque era algo pessoal, íntimo, era a minha vida espiritual e mesmo porque eu nem sei se estou totalmente certa, porque eu acredito que só há uma certeza: não há certeza sobre nada. O que de facto me importa é o meu estado d'alma, o estar bem comigo e com o que está a minha volta.
    Só não tolero injustiça como, por exemplo, criticar e condenar a existência de pessoas como os homossexuais como se eles fossem uma aberração, uma vez que eles já existem desde que o mundo é mundo.
    Eu não condeno a existência deles, não sei quem os fez, nem por quê, O que eu sei é que a existência de homossexuais desde os mais remotos tempos nunca impediu a existência de grupos familiares convencionais (pai, mãe e filhos), tampouco a procriação da espécie, então não há motivo para desespero ou agir como se os homossexuais fossem uma ameaça para o fim da espécie humana, já que dois homens e duas mulheres não podem procriar. Pensando bem, o casal heterossexual é que deveria ser considerado ameaça, já que são os héteros que estão superpopulando o mundo, fazendo filhos de forma irresponsável sem saber criá-los e muitas vezes abandonando-os a qualquer custo, ato que nem sequer os animais considerados irracionais cometem.
    Eu realmente não acredito que os homossexuais sejam os culpados pelas nossas desgraças todas, ou que as doenças características deles sejam castigo porque se for assim, terei que acreditar que o Ebola foi um castigo enviado aos africanos, ou que a malária seja um castigo para os que vivem em florestas ou próximo a elas, ou que a dengue é um castigo para os que deixam seus quintais abandonados... enfim.

    Obrigada pelos seus argumentos bíblicos, mas eles não fazem o menor sentido para mim, pois como eu te disse, não sou cristã. E, sinto muito, obrigada mesmo pela preocupação, mas não eu tenho a menor pretensão de estar no seu chamado Paraíso, para onde você acredita que vá depois do que você chama de morte (eu tenho horror a cultos cristãos, estudos bíblicos e não gosto da maioria das músicas gospel, então, me desculpe, eu acho sinceramente que não estaria feliz em seu Paraíso. Tampouco acredito em inferno. Porque, honestamente, se eu fosse um Deus e tivesse criado um ser imperfeito, sujeito a erros, que não soubesse de onde tinha saído, nem qual o propósito de sua existência, nem para onde iria depois de morrer, eu como Deus e seu criador jamais condenaria seus atos, sua imaginação, seus erros, muito menos suas dúvidas e expectativas tendo por base a minha perfeição e onipotência. Seria injusto demais! E eu não acredito que um Deus perfeito e onipotente seja injusto.

    P.S.: Não sou ateia nem homossexual.

    Um abraço, Anônimo de Santa Catarina. Felicidades. Tudo de bom. Obrigada pela visita. :)

    ResponderEliminar

Grata por registrar sua visita.