sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Simples assim...




Homens bonitos.
Homens simplesmente bonitos.
É o que eu gostaria de encontrar.
Homens simplesmente bonitos.
Sem aquele formato de triângulo invertido
Que lhes dão o excesso de exercícios.
Sem aqueles músculos duramente definidos
Que lhes endurece até a alma.
Sem aquele olhar esbanjando perversão
E ausente de desejo de conquista.
Homens simplesmente bonitos.
Sem a famosa "barriga tanquinho"
Que, honestamente, me provoca náusea.
Homens com todos os pelos no corpo,
Ao invés daquela pele infantilmente lisa.
Ou então, o inverso.
Aquela "protuberância" horrorosa
Por excesso de chope e cerveja.
Homens simplesmente bonitos.
Sem o persistente machismo de outrora
Que os tornam tão desinteressantes.
E sem contemporâneos hábitos metropolitanos
Fazendo nascer tantos narcisos
Que brevemente brigaremos por espelhos.
Homens simplesmente bonitos.
E sem aquela tão "broxante" mente vazia,
Porque, na hora de computar a beleza,
Inteligência também conta
(e como conta!).
Homens bonitos.
Homens simplesmente bonitos.
É o que eu gostaria de encontrar.





















Sem comentários:

Enviar um comentário

Grata por registrar sua visita.