domingo, 2 de dezembro de 2012

Das cretinas desculpas para justificar as mais imbecis atitudes




Natal é o período no qual
pessoas das mais variadas religiões
unem-se em prol da adoração de um único deus:
O Consumismo.


Eu não sei que beleza que existe numa árvore de natal feita de garrafas de refrigerante. Desculpe a minha falta de sensibilidade (se é que o problema é esse), mas eu não consigo ver nenhuma beleza num objeto como esse da foto.


Principalmente por um motivo: para onde vai essa árvore de Natal feita de garrafas de refrigerante depois do dia 6 de janeiro (Dia de Reis), dia em que tradicionalmente se desfaz a decoração natalina? Pois é, vai para o lixo...

Isso mais me parece uma desculpa (muito descabida) para justificar a continuação desse consumismo absurdo. Ou alguém vai negar que essa árvore na verdade é só uma forma de atrasar o envio das garrafas para o lixeiro mais próximo? Ao invés de irem para o lixo em novembro ou dezembro, irão em janeiro. E para o Planeta, que diferença fez isso?

Isso me lembra as feiras de ciências escolares: inúmeros objetos inúteis feitos com bandejas de isopor, inúmeros outros objetos também inúteis feitos com garrafas de refrigerante, CDs em desuso, caixas de ovos, etc. Há casos inclusive de compra de material descartável (como palitos de picolé, copos e pratos descartáveis, etc) para construir coisas que irão para o lixo depois da feira apenas para "fazer de conta" que estão reciclando. Ou seja: os professores se enganam acreditando que estão trabalhando com reciclagem com os alunos e, consequentemente, os alunos são enganados, pois acreditam que o que estão fazendo é reciclagem de material, quando na verdade só estão criando objetos inúteis e enfeitando lixo. Reciclar e reaproveitar não é isso.

Reaproveitar dessa forma enganosa e sem sentido não resolve nada e não contribui para a conservação do Planeta. Precisamos consumir menos e RECICLAR de verdade (entenda-se reciclar como transformar materiais usados em novos produtos com vista à sua reutilização, você pode conferir como isso acontece clicando nos links informativos logo após o final do texto), e parar com as desculpas esfarrapadas para seguirmos sendo os mesmos neanderthais de sempre.


Alguns tipos de reciclagem:
Reciclagem de papel
Reciclagem de pneu

Sem comentários:

Enviar um comentário

Grata por registrar sua visita.