segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

E finalmente o Bento renunciou!









Leonardo Boff 

"O Papa deveria renunciar" 

Teólogo diz que Bento XVI infantiliza os fiéis, é complacente com os pedófilos e fechou as portas para as outras religiões.



O papa Bento XVI renunciou? Já não era sem tempo.
E seria de facto muito interessante que ninguém ocupasse a sua vaga. O mundo não precisa de mais um homem a apregoar a pobreza enquanto vive luxuosamente às custas dela.

Alguém admita, por favor, que esse homem nunca agradou a ninguém, nem sequer aos católicos. Observem as expressões dele. Tem algo ali que não nos deixa à vontade. Há alguma coisa ali que incomoda... bem, "mas o homem é um religioso", poderiam mencionar... é, mas é humano, logo, imperfeito, assim sendo, sujeito a erros como qualquer um de nós, reles mortais.

E seria muito bom se apenas a renúncia do Bento fosse a solução para a igreja católica. Sabe aquelas histórias que começam de uma mentira e com o passar do tempo vão necessitando de mil outras mentiras para se manterem sustentadas? Pois... é assim que eu vejo a igreja católica.

E convenhamos, entre a manipulação da massa feita pela corrupta política e a manipulação da massa feita pela igreja cristã não há muita diferença: ambas têm os mesmos objetivos: manter o seu cego eleitorado (fiéis) e viver às custas dos impostos (dízimo) pagos por eles.


Se eu já admirava Leonardo Boff, agora muito mais. Cliquem no link acima e leiam sua entrevista acerca de Bento XVI e a Igreja Católica Apostólica Romana.




Um pouco de anarquia não faz mal a ninguém.
Há uma necessidade urgente do ser humano começar a ser líder de si mesmo e parar de sustentar ditadores que só pensam em si.





Sem comentários:

Enviar um comentário

Grata por registrar sua visita.