segunda-feira, 8 de julho de 2013

Olhe a falta de educação!





Atraso na educação explica 100% a desigualdade de renda, explica economista

Atrasos educacionais explicam 100% das desigualdades de renda entre diferentes regiões do Brasil.
A conclusão é do economista Alexandre Rands, pesquisador da Universidade Federal de Pernambuco, que tem uma vasta produção acadêmica sobre esse tema.
Seu diagnóstico, se correto, significa que o país investe em políticas equivocadas há décadas. 





O que há de mais surpreendente na matéria é notar que algo tão óbvio como as respostas do economista Alexandre Rands possa parecer sob o olhar da grande maioria uma descoberta de gênio.

A falta de capital humano está tão crítica que perdemos a capacidade de reparar o óbvio, de ver aquilo que está diante de nossos narizes.

Claro que alguns termos no texto são típicos da área de Economia, o que dificultaria para alguns explicar a situação com uma linguagem "econômica", como fez Rands. No entanto, não é necessário ser economista para notar que o caos educacional ocasiona caos mundial. O próprio ato da grande maioria da população de não conseguir reparar que o atraso na Educação traz como consequência desigualdades de muitos tipos já seria a grande explicação para o caos no qual nos encontramos.

Onde anda a intelectualidade que ao menos não põe a boca no mundo? Porque enxergar o óbvio não é uma atitude que se possa esperar do oprimido (seria injusto demais exigir isso da classe dominada). Tampouco podemos esperar dos opressores, cujo capital humano só consegue pensar no imediatismo financeiro e é falho no quesito bem-estar geral da humanidade.

Então se você compõe a camada da população com capital humano desenvolvido o suficiente para haver compreendido A Situação mesmo tem ter lido essa matéria, não importa onde você esteja (escola, universidade, banco, comércio), comece a "colocar a boca no mundo" com o intuito de fazer com que outros vejam o óbvio. Porque apenas quando ver o óbvio for uma possibilidade da maioria é que conseguiremos mudar a situação caótica na qual vivemos. Do contrário, com a Educação como está, seguiremos ajudando a manter no poder os opressores e criando oprimidos que intimamente só desejam ocupar os seus lugares.

Parabéns a Alexandre Rands por já estar fazendo isso.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Grata por registrar sua visita.